Católica Porto acompanha Negócios Sociais Inclusivos com o apoio da Fundação EDP

A ATES – Área Transversal de Economia Social da Católica Porto, com o apoio da Fundação EDP, prestou acompanhamento a cinco negócios sociais inclusivos, que se materializou num roteiro que se resume do seguinte modo: 
  • Realização de diagnóstico da situação dos projetos e das respetivas equipas;
  • Acompanhamento das equipas no desenvolvimento dos seus Business Case;
  • Apoio na preparação e execução de campanhas de financiamento colaborativo, via crowdfunding.
 
Ao longo de quase dois anos, os cinco negócios sociais revelaram entusiasmo e resiliência, demonstrando a sua pertinência e as suas características inovadoras. 
  • Arkiplay - projeto que concebe conteúdos e dinamiza oficinas lúdicas e educativas de arquitetura preferencialmente para crianças entre os 3 e os 10 anos e frequentadoras do ensino público, bem como para as suas famílias, professores e autarcas, com o objetivo de educar para uma cidadania ativa no que se refere à participação na conceção e na gestão de espaços públicos.
  • Ipsum Home - associação sem fins lucrativos, cujos objetivos principais são o aconselhamento a famílias pobres endividadas, a organização de ações de formação na área da educação financeira e a educação de crianças e jovens para usos dos recursos financeiros de formas estimuladoras do seu sentido empreendedor e socialmente responsável.
  • Petit Papão - projeto que tem por objetivo melhorar a dieta alimentar das crianças, desde os seus primeiros tempos de vida, bem como o seu nível de educação alimentar e o dos seus pais, através de uma componente produtiva que consiste no fabrico de papas com base em produtos agrícolas de qualidade e de uma componente educativa que consiste na organização de ações de formação e informação para crianças, pais e outros educadores
  • Welcome Home - cooperativa de responsabilidade social focada na promoção de empregabilidade das pessoas em situação de sem-abrigo, cuja atividade mais conhecida é a organização de percursos turísticos na cidade do Porto guiados por ex-sem-abrigo, que a Welcome Home forma para esta função, e que são remunerados por este trabalho com base no valor que os turistas pagam por estes percursos.
  • Vintage For a Cause - projeto promovido pela associação 1000 Rostos, que consiste num clube de costura, onde mulheres, com mais de 50 anos, sem outra ocupação profissional, transformam roupa usada, obtida pelas próprias, ou doada por terceiros, em roupa com inspiração “vintage”, de design exclusivo e com o apoio de estilistas de renome.
 
Percorrido este caminho, perspetiva-se uma nova fase muito rica para estes projetos. Depois deste tempo de acompanhamento, aprendizagem e capacitação, o momento de consolidação dos negócios sociais proporcionará, não só o reforço ainda maior das capacidades das equipas, mas sobretudo a oportunidade de concretizar com maior impacto um real serviço às pessoas e comunidades que serão “destinatárias” dos projetos conseguidos. Será um período desafiante, de trabalho intenso, que nos faz permanecer a todos com um ânimo extraordinário!