Católica no Porto participa ativamente na Tomorrow Summit 2020

Entre os dias 25 e 27 de novembro, a Universidade Católica Portuguesa, no Porto, vai estar ativamente a participar no evento anual da Federação Académica do Porto: Tomorrow Summit 2020. Um evento que este ano decorre inteiramente online, face aos desafios da pandemia, e que vai promover a reflexão entre o papel do Humano e da Máquina no Planeta.

A 25 de novembro pelas 21h, Nuno Crespo, diretor da Escola das Artes, irá integrar a Conferência “Criatividade Aumentada” com Philippe Vergne, do Museu de Serralves, e Rui Pedro Oliveira, CEO da Imaginew. Um momento que permitirá o debate sobre o impacto da tecnologia em termos culturais na vida de todos e de cada um durante a próxima década.

A 27 de novembro, entre as 11h30 e as 13h, no webinar “Que diálogos para a sustentabilidade? Artes, Educação, Biotecnologia, Economia,…”, Célia Manaia, vice-presidente do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa, irá moderar um painel composto pelos docentes e investigadores Cristina Sá (Escola das Artes), Luísa Mota Ribeiro (Faculdade de Educação e Psicologia), Nuno Ornelas Martins (Católica Porto Business School) e Paula Castro (Escola Superior de Biotecnologia).

Organizado pela Católica, no Porto, este webinar vai partilhar com a audiência de que modo áreas tão distintas como as Artes, a Biotecnologia, a Educação e a Economia, fazem parte de toda uma estratégia focada na sustentabilidade.

A edição deste ano da Tomorrow Summit conta com a participação de: Manuel Heitor (Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior), Pedro Duarte (Microsoft), Helena Martins (Google), Virginia Dignum (Universidade de Umeå),  Arlindo Oliveira (IEEE - Institute of Electrical and Electronics Engineers), André de Aragão Azevedo (Secretário de Estado para a Transição Digital), António Portela (Bial), José Manuel Fernandes (Eurodeputado), Nicholas You (Open Green City Lab em Shenzhen), Elvira Fortunato (Prémio Horizon Impact Award 2020), Jorge Moreira da Silva (OCDE), João Pedro Matos Fernandes (Ministro do Ambiente e Alterações Climáticas) e Elisa Ferreira (Comissária Europeia).

Novembro 2020