Ministro da Defesa Nacional lecionou conferência sobre as novas formas de guerra e as suas repercussões para Portugal

No dia 28 de abril, João Gomes Cravinho foi recebido pela Reitora da Universidade Católica Portuguesa, no campus Porto, onde conduziu uma aula aberta a toda a comunidade académica subordinada ao tema das novas armas de guerra.

Da esquerda para a direita: Manuel Fontaine (Diretor da Escola do Porto da Faculdade de Direito), Isabel Capeloa Gil (Reitora da Universidade Católica Portuguesa), Azeredo Lopes (Docente da Escola do Porto da Faculdade de Direito), Isabel Braga da Cruz (Presidente do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa) e João Gomes Cravinho (Ministro da Defesa Nacional).

 

Para além de ter referido os ciberataques como uma das grandes preocupações na agenda internacional, também abordou outras ferramentas usadas em combate, como os drones ou sistemas de armas a laser.

O Ministro explicou, ainda, de que forma é que Portugal tem delineado estratégias para se proteger desses perigos e os avanços que têm sido feitos noutros campos – nomeadamente, na área da tecnologia espacial.

Por exemplo, no âmbito do programa europeu "Space Surveillance and Tracking (SST)", está a ser criado o Centro de Operações Espaciais, nos Açores, para identificar objetos em órbita da Terra que possam representar uma ameaça.

Da esquerda para a direita: Azeredo Lopes (Docente da Escola do Porto da Faculdade de Direito) e João Gomes Cravinho (Ministro da Defesa Nacional).

 

Assegurando todas as medidas de prevenção da Covid-19, mais de 40 alunos da licenciatura em Direito assistiram à palestra no auditório Carvalho Guerra. Já à distância, dezenas de pessoas marcaram presença no evento, que foi transmitido online.

28-04-2021