Católica no Porto de portas abertas no Católica Open Day

A Universidade Católica Portuguesa abriu as suas portas a nível nacional, no dia 20 de fevereiro, para receber potenciais alunos, pais, professores, psicólogos escolares e diretores de escola. No 1º Católica Open Day, a Universidade deu a conhecer a oferta formativa, permitiu um amplo debate sobre “O Talento para o Futuro” e uma reflexão sobre “Portugal, Universidade e o Futuro”.

Os corredores do átrio principal do campus Foz da Católica no Porto encheram-se para ouvir o que alunos, antigos alunos e professores tinham a dizer sobre as diferentes áreas que convivem no mesmo campus, mas também sobre o que é lecionado nos polos de Braga, Lisboa e Viseu. Nos espaços dedicados a cada uma das Unidades Académicas – Artes, Biotecnologia, Bioética, Direito, Economia e Gestão, Bioética, Psicologia, Teologia - era notório o interesse dos mais jovens, mas também dos seus pais, para ouvirem as oportunidades, os desafios e os fatores diferenciadores da formação da Universidade Católica Portuguesa.

A partir das 17h30, os participantes dirigiram-se ao Auditório Carvalho Guerra para ouvir as palavras de boas-vindas da Reitora da Universidade Católica Portuguesa transmitidas por streaming para todos os polos da Universidade no país. No seu discurso, Isabel Capeloa Gil realçou os valores da Universidade, o seu compromisso com a sociedade e com a comunidade, bem como referiu: “uma Universidade livre, autónoma, de utilidade pública e sem fins lucrativos”.

Seguiram-se as palavras de boas-vindas de Isabel Braga da Cruz, presidente do Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa. No seu discurso, a presidente fez uma pequena apresentação da Católica no Porto e reforçou que “a presença académica, cultural e social, ao longo destes 40 anos no Porto, testemunham o desígnio da nossa existência. O de formar cidadãos ativos, responsáveis e interventivos para a construção de um mundo melhor”, sublinhando que “não queremos apenas formar bons profissionais. Pretendemos sobretudo formar cidadãos ativos e responsáveis.”

A mesa redonda sobre "O Talento para o Futuro" foi moderada por Manuel Fontaine, vice-presidente do Centro Regional do Porto para os Assuntos da Academia e Internacionalização. Os participantes no debate - António Fonseca (professor da Universidade na área da Psicologia) António Maia Gonçalves (diretor da Unidade dos Cuidados Intensivos e diretor de Medicina Interna da Casa de Saúde da Boavista), Maria Antónia Torres (partner da PwC), Ondina Afonso (da Sonae e presidente da Comissão Alimentar do Eurocommerce) e o Padre Rui Nunes (membro da comunidade jesuita da Casa da Torre - Soutelo) - tiveram a oportunidade de debater o impacto da robotização no futuro do trabalho, as competências-chave que as empresas procuram, mas também a inexistência de uma certeza relativamente ao trabalho no futuro. Neste sentido, os palestrantes concordaram que: os jovens devem ter uma maior capacidade de resiliência, bem como de adaptação aos diferentes cenários que se lhes apresentam.

No Porto, o 1º Católica Open Day terminou com uma palestra de Joaquim Azevedo, professor da Faculdade de Educação e Psicologia da Universidade Católica Portuguesa, sobre “Portugal, Universidade e o Futuro".

 

Algumas ideias relevantes:

  • o futuro reserva-nos muita tecnologia, mas também uma necessidade premente de cuidados a pessoas, nomeadamente numa sociedade na qual se prevê que em 2030, 1 em cada 3 pessoas tenham mais de 60 anos
  • haverá muitos empregos que ainda não se antecipam
  • a Católica é a marca mais internacional do Ensino Superior português
  • a Católica tem um cariz humanista ímpar, associado a uma excelente capacidade tecnológica
  • a resiliência e a capacidade de aguardar o “tempo” das coisas é atitude essencial

 

Futuro da Universidade:

Mais multidisciplinaridade

Mais aprendizagem digital

Mais literacia digital

Mais colaboração

Maior intensidade de relação

Maior envolvimento dos estudantes

Macro competência: pensamento crítico capaz de analisar a diversidade de informação que nos chega

 

  

Fevereiro de 2019