Enfermagem da Católica no “Top 5” a nível ibérico

O curso de Enfermagem do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa, no Porto, obteve nota máxima em tópicos como integração profissional, investigação ou engagement regional no ranking universitário internacional “U-Multirank”, que analisa diferentes índices de excelência do Ensino. Este ranking coloca, ainda, a instituição em quinto lugar a nível ibérico, destacando-a, assim, como uma das melhores para estudar Enfermagem, não só em Portugal, mas na Península Ibérica. Indicadores como a excelência da investigação em doutoramento, o contacto com a realidade profissional e a integração regional foram alguns dos aspetos diferenciadores e que contribuíram para que o Instituto alcançasse esta classificação.

O resultado mais importante para nós é ter, no conjunto de todos os indicadores, a 12ª posição nas 101 escolas da União Europeia e a 17ª entre todas as que estão no ranking. E deve-se sobretudo à qualidade do ensino, nomeadamente na opinião dos estudantes, a investigação e ao envolvimento com a comunidade,” revela Margarida Vieira, coordenadora da área científica de Enfermagem na Universidade Católica. De salientar que o U-Multirank avalia apenas as instituições que se submetem a esta avaliação, pelo que Margarida Vieira explica que “o objetivo de procurar esta avaliação, foi sobretudo o de conhecer a nossa posição a nível internacional”.

O ranking analisou mais de 1.600 instituições de ensino superior, em 95 países e conta com a participação dos estudantes e diplomados e visa ajudar os estudantes a encontrar “o melhor lugar para estudar”. Em Portugal e Espanha, foram avaliadas 50 instituições que oferecem formação na área da Enfermagem, em indicadores de desempenho ao nível do ensino e aprendizagem, da investigação, da transferência de conhecimento, da orientação internacional e do engagement regional. Refira-se que o U-Multirank se assume como uma classificação mundial independente, que conta com o apoio financeiro da União Europeia.

Margarida Vieira conclui que esta distinção “representa sobretudo uma grande responsabilidade: a de corresponder à posição de melhor universidade para estudar enfermagem em Portugal em que fomos colocados. E temos também a vantagem, a partir de agora, de conhecer as áreas em que poderemos melhorar”.

Junho de 2018